Como prevenir desvio de carga

September 13, 2018

Você já se deparou com funcionários desviando mercadorias?

 

Casos de desvio de mercadoria são constantes nos noticiários de todo o país.  Essa é uma situação comum que muitas distribuidoras e transportadoras precisam lidar no seu dia a dia e o prejuízo provocado para as empresas é de milhares de reais.

 

Mas, você já sentiu dúvida quanto a melhor forma de agir? Dúvidas sobre as consequências da sua decisão?

 

Esse comportamento de um funcionário, uma vez comprovado, é criminoso, podendo configurar, por exemplo, furto, apropriação indébita ou estelionato, previstos no Código Penal.

 

Então, como evitar os desvios de mercadoria e se proteger dessa situação?

 

Essas são algumas perguntas que nos fazemos no momento em que encontramos casos de funcionários que estão desviando mercadorias na empresa e que precisam ser consideradas cuidadosamente. Neste post vamos abordar essa situação e qual a melhor forma de agir nesses casos.

1. MONITORE A ROTA DOS VEÍCULOS

 

Em um novo cenário imagine o caso em que o gestor faz o controle apenas pelo celular, pedindo para o funcionário ligar ou enviar uma mensagem no momento em que a entrega for realizada, porém ele não utiliza sistema de monitoramento da sua frota. Como esse gestor saberá que o funcionário de fato foi no local que ele falou? Como ele saberá se um motorista foi em um local indevido realizar a entrega de mercadoria desviada?

 

Além disso, caso ele perceba o desvio, como poderá comprovar?

 

 

 

No Rio de Janeiro uma distribuidora de alimentos foi condenada a pagar R$ 20.000,00 a funcionário demitido por justa causa que estava desviando mercadoria pois, foi considerado que a empresa não conseguiu provar a ação ilícita do seu funcionário¹.

 

Os dispositivos GPS permitem a avaliação das rotas traçadas durante a operação, é possível também saber:

 

  • Posição do veículo em tempo real;

  • Tempo de viagem;

  • Distância percorrida;

  • Rotas;

  • Pontos de parada;

 

Então, fornece um histórico perfeito para que seja verificado se o funcionário cumpriu o plano traçado, entregou nos locais corretos no horário previsto.

 

Porém, com as atividades do dia a dia muitos gestores não tem tempo para analisar dados de sistemas de rastreamento, certo?

 

Sistemas mais avançados, como o da Interakt, além de fornecerem dados históricos também emitem alertas via e-mail para os responsáveis, para que eles sejam informados em tempo real sobre paradas indevidas dos seus veículos. Assim, deixa de ser necessário ficar olhando constantemente a plataforma de gestão.

2. CONTROLE O ESTOQUE

 

Ter o controle total sob o seu estoque é um fator fundamental para evitar o desvio de mercadorias. Apenas sabendo quais produtos estão sendo transportados, por qual motorista, em qual caminhão, com horário de saída e chegada controlados bem como sabendo quais produtos ainda estão no estoque será possível observar desvios.

Imagine uma empresa em que não há registro adequado dos itens que estão sendo transportados e que não possui procedimento padrão de confirmação do recebimento do pedido por parte do cliente.

 

Como poderemos saber que a entrega foi feita adequadamente?

 

Como saber qual era o responsável pela entrega?

 

Nesse caso, o funcionário poderá facilmente sair com 10 caixas para entrega, entregar 9 e revender uma por um menor preço, sem que a empresa e o cliente tenham conhecimento.

Sistemas de códigos de barra e ERPs podem contribuir significativamente para a resolução desse problema, registrando todas as mercadorias que estão sendo transportadas, por quem e qual veículo, com data e hora de entrega.

Assim, a empresa poderá ter histórico dos dados caso precise checar alguma informação e melhorará o seu controle sobre o processo de entrega.

3. USE A ASSESSORIA JURÍDICA

 

Por se tratar de uma situação com potencial ação criminal ou trabalhista é fundamental a empresa está previnida juridicamente.

Uma entrada com ação criminal contra o funcionário, sem provas suficientes pode resultar em uma ação contra a empresa por danos morais pois, o funcionário pode alegar constrangimento e abalo moral com esta situação, uma vez que, o registro de boletim de ocorrência e repercussão na empresa, afetam moralmente o empregado.

 

 

CONCLUSÃO

 

Queremos evitar problemas com desvio de mercadoria e processos trabalhistas.

Para isso é fundamental possuirmos o total controle sobre o processo de entrega, rotas realizadas, jornada do motorista e estoque de produtos. Apenas assim será possível ter informações confiáveis que garantam a qualidade da entrega e a correta tomada de decisão pelo gestor.

Sistemas de monitoramento de frotas e ERPs contribuem significativamente para essa maior segurança ao fornecerem registro de todos os processos logísticos realizados pela empresa.

 

A INTERAKT

 

Em sua consultoria personalizada a Interakt trabalha com o conceito de torre de controle logístico para fornecer aos seus clientes uma visão completa do estado do seu negócio e pontos de melhoria para contribuir para uma melhor gestão e redução de custos.

A empresa possui software de roteirização, bem como plataforma de monitoramento e gestão de frotas que permite visualizar veículos em tempo real, horários de visitas, duração das entregas entre outros dados.

 

Para mais informações de gestão e mobilidade conheça nosso blog: 

 

https://www.interakt.com.br/blog

 

Henrique Lima é Cofundador e Diretor Financeiro da Interakt com formação acadêmica na Universidade Federal da Bahia e University of Sheffield e experiência profissional na Bosch.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: 

 

1 - https://www.conjur.com.br/2014-jan-09/falta-provas-acusado-desviar-produtos-reverte-justa-causa

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como funcionam os rastreadores veiculares?

January 19, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes

September 28, 2018