Como é Calculado o Custo do Transporte?

January 11, 2019

Você sabe como é calculado o custo do transporte de mercadorias? Seja você uma empresa transportadora ou uma empresa que usa extensivamente frota veicular para prestação de serviços diversos é fundamental compreender os custos envolvidos nessa operação de transporte pois, isso será utilizado para o cálculo adequado do preço do serviço. A complexidade na determinação do preço faz com que muitos gestores se sintam inseguros e que tenham dificuldades em definir se o valor está correto e será suficiente para trazer o retorno desejado para a empresa.

 

Após determinar os gastos com a manutenção, combustível, lubrificantes, pneus e salários, é também necessário considerar a qualidade do serviço e a velocidade do atendimento.

 

 

A COMPOSIÇÃO DO CUSTO

 

No que diz respeito a empresas transportadoras a composição do custo pode ser dividida em três parcelas: frete-peso, frete-valor e taxas complementares.

 

- Frete-peso: Está diretamente relacionado ao custo operacional de transporte de uma dada mercadoria, considerando os custos diretos e indiretos.

Para a determinação dessa componente de custo é necessário conhecimento profundo da operação e da frota pois, ele deve abranger custos como: depreciação do veículo, remuneração de capital, salários, manutenção, pneus, combustível, lubrificação, lavagem, etc.

 

- Frete-valor: Essa parte do custo corresponde a parcela destinada à gestão de riscos, como acidentes, roubos e avarias. É representado por um percentual do valor da mercadoria apresentado em nota fiscal e varia com a distância a ser percorrida no transporte, pois, quanto a maior a distância percorrida maior o risco envolvido na operação. Características da região e do trajeto, peso/volume da carga e forma de manuseio também devem ser consideradas.

Assim, esse é um componente essencial do custo, principalmente de mercadorias caras, e deve cobrir todos os riscos inerentes ao transporte de mercadorias, protegendo a empresa e garantindo a integridade do serviço.

 

A Associação Nacional de Transporte de Carga (NTC) apresenta a seguinte tabela para o cálculo do frete-valor:

 

 

- Taxas complementares: Essa parcela do custo envolve taxas como pedágios e impostos. As transportadoras precisam pagar principalmente dois impostos sobre o serviço, o ICMS e o ISS.

TABELA DE FRETE MÍNIMO

 

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) estabelece uma tabela com preços mínimos relativos a quilometragem rodada por eixo do veículo. As tabelas são obrigatórias de serem seguidas, como referencial de preço mínimo, e são organizadas de acordo com o tipo de carga que está sendo transportadas.

 

A definição desse valor de frete mínimo foi amplamente exigida pela pelos caminhoneiros para garantir uma maior competivitidade nos preços.

 

A ANTT também tem a responsabilidade de fiscalizar o cumprimento do valor mínimo do frete pelas transportadoras e caminhoneiros, sendo passível de multa o descumprimento da resolução. A multa a ser paga é igual a duas vezes a diferença entre o valor cobrado no frete e o valor mínimo definido pela tabela. Ou seja, se o valor mínimo do frete for R$ 100,00 mas, o valor cobrado foi de R$ 75,00 a multa será de R$ 50,00.

 

Henrique Lima é Cofundador e Diretor Financeiro da Interakt com formação acadêmica na Universidade Federal da Bahia e University of Sheffield e experiência profissional na Bosch.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como funcionam os rastreadores veiculares?

January 19, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes

September 28, 2018

Please reload

Arquivo