Devo ter um Posto de Abastecimento Próprio?

April 22, 2019

Como é feita a gestão de abastecimentos na sua empresa? Você possui um posto interno próprio ou postos de gasolina parceiros e cartões de abastecimento?

 

Muitos gestores de frotas, principalmente de empresas que possuem uma grande quantidade de veículos, se perguntam se é mais viável implementar um posto próprio de abastecimento ou manter o abastecimento em postos parceiros. Para definir a viabilidade de se ter um posto de gasolina próprio o gestor de frotas deve primeiro verificar qual o consumo mensal de combustível da sua frota.

 

Neste post vamos apresentar as vantagens e desvantagens do posto interno e o que é necessário para implementá-lo na sua empresa.

 

 

BENEFÍCIOS DE UM SISTEMA PRÓPRIO DE ABASTECIMENTO

 

As principais vantagens de se possuir um posto de abastecimento interno próprio são:

 

1 – Maior controle de qualidade do combustível

 

Em um posto de abastecimento próprio você terá maior controle sobre o combustível que está sendo utilizado em seus veículos, selecionando adequadamente a forma de armazenamento do combustível e o fornecedor que cumpra as demandas de qualidade solicitadas pela empresa.

O risco de adulteração do combustível é muito inferior, bem como o de contaminação. Com a instalação de filtros separadores de águas é possível reduzir a presença de partículas sólidas no combustível, o que irá contribuir para um menor desgaste de peças como filtros, motor e bicos injetores e resultará em aumento da autonomia (Km/L).

 

2 – Maior controle de custos operacionais com o abastecimento

 

Com toda a operação de abastecimento realizada internamente na empresa o controle sobre os custos se torna muito maior. Você saberá exatamente quantos litros de combustível está consumindo, quantos litros está comprando, o valor de compra do combustível, autonomia média de cada veículo, custo operacional dos equipamentos e de pessoal.

Esse maior controle permite a redução de desperdícios e consequentemente de custos.

 

3 – Maior praticidade e rapidez

 

O sistema de abastecimento estará disponível dentro da empresa 24 horas por dia  e 7 dias por semana, não sendo necessário deslocar os veículos até um posto de abastecimento parceiro.  Assim, a facilidade para a realização do abastecimento é muito superior.

 

4 – Menor custo de aquisição do combustível

 

Uma vez que a empresa faz a aquisição do combustível em grande quantidade e diretamente do distribuidor, não sendo necessário o intermediário (posto de gasolina) o custo unitário de aquisição do combustível será reduzido, trazendo economia para a operação.

DESVANTAGENS PARA DE UM SISTEMA PRÓPRIO DE ABASTECIMENTO

 

A implementação de um posto interno apresenta algumas desvantagens que devem ser levadas em consideração no momento de avaliação do projeto. Algumas das desvantagens são:

 

1 – Necessidade de alto investimento

 

Para implementar um sistema interno de abastecimento é necessário fazer um alto investimento em infraestrutura, segurança e equipamentos para a operação. Os itens principais que compõe o investimento são:

 

- Bomba de combustível;

- Tanque de armazenamento;

- Filtros de óleo;

- Compressor de ar;

- Sensores de monitoramento;

- Infraestrutura (tubulação, válvulas, obra civil);

 

2 – Necessidade de manutenção

 

Todo o sistema de abastecimento precisará de monitoramento e manutenção constantes para garantir o seu funcionamento, bem como pessoal especializado para essas atividades. Assim, há um custo operacional relativo ao uso dos equipamentos bem como o custo de manutenção dos mesmo e de pessoal.

 

3 – Menor flexibilidade

 

Para empresas que possuem grande área de atuação porém, apenas uma sede com posto de abastecimento há uma menor flexibilidade quando é feito o uso do posto, o que pode causar a necessidade de em alguns casos de se criar uma operação mista.  

 

4 – Necessidade de licenças ambientais e adequação à normas técnicas

 

No caso de implementação do sistema de abastecimento é necessário a obtenção de licenças ambientais e adequações da estrutura da empresa à legislação ambiental e normas técnicas específicas deste tipo de operação.

É preciso ter alvará de funcionamento e viabilidade do posto emitido pela Prefeitura, liberação do corpo de bombeiros, CONAMA e ANP. Ao longo do período de uso do posto, a empresa terá que revalidar algumas dessas certificações e passar por fiscalizações que atestem a permissão de uso do sistema. Neglicenciar aspectos ambientais pode provocar sérios problemas para a empresa, com multas e proibições de funcionamento.

CONCLUSÃO

 

A instalação de postos de abastecimento interno para frotas pode ser algo extremamente viável para a empresa, a dependendo seu consumo mensal de combustível e estrutura operacional. O abastecimento interno pode permitir redução de custos com combustível, melhoria da autonomia e redução das manutenções veiculares. Por outro lado, há uma necessidade de grande investimento  inicial e manutenção, bem como atenção licenças ambientais e de funcionamento que devem ser obtidas.

 

A Interakt fornece produtos de roteirização, telemetria, controle de manutenção e abastecimento com o objetivo de otimizar a operação e reduzir os custos.

 

Henrique Lima é Cofundador e Diretor Financeiro da Interakt com formação acadêmica na Universidade Federal da Bahia e University of Sheffield e experiência profissional na Bosch.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Como funcionam os rastreadores veiculares?

January 19, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes

September 28, 2018

Please reload

Arquivo